Confira as vivências da Semana Santa que aconteceram pelo país

Atualizado: 24 de Mai de 2019

Noticias





O Espaço MAGIS Capim Grosso e o Espaço MAGIS Salvador realizaram em conjunto a Semana Santa Jovem no interior do estado da Bahia. A atividade proporcionou experiências singulares e de vivências únicas para a vida dos jovens, estes puderam aprofundar a morte e ressurreição do Cristo por um olhar diferente. As experiências foram marcadas por orações, reflexões, partilha e vivências comunitárias.


Aconteceu também o Retiro de Semana Santa do Centro MAGIS Anchietanum. Realizada no Mosteiro de Itaici, em Indaiatuba (SP), a atividade auxiliou, por meio da oração inaciana, de celebrações, partilhas e de vivências artísticas, a criar proximidade e intimidade com Deus, buscando uma maior experiência e vivência do Mistério Pascal de Cristo, com o Jesus ressuscitado que nos ama e vem ao encontro de nossa humanidade para nos salvar.

E teve a Missão de Semana Santa do Centro MAGIS Amazônia. A experiência aconteceu nas comunidades do município de Cachoeira do Arari, na Ilha do Marajó, no estado do Pará. Durante os dias, cerca de dez jovens dividiram-se entre as comunidades ribeirinhas, quilombolas e rurais vivenciando e ajudando a celebrar o tríduo pascal. Além disso, os missionários propuseram encontros com os grupos de jovens da região, visitaram casas e puderam conhecer um pouco da realidade dos moradores da Ilha do Marajó.

A inserção de Semana Santa nos mostrou que a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus são vividas no cotidiano das comunidades marajoaras, levando-as a participar intensamente da vida do Filho de Deus e, ao mesmo tempo, expressando a materialidade e a eficácia da ação redentora de Deus nos dias de hoje. Nos apelos das comunidades ribeirinhas por dias melhores são audíveis os ecos das palavras de Jesus, anunciando que ele viera para dar vida plena para todos. As situações de sofrimento e morte não anulam a presença consoladora de Deus. Ao contrário, esta presença é iniciativa divina que surge nos caminhos áridos da vida nos ensinando e nos conduzindo à experiência do Reino de Deus. Contrariando a lógica neoliberal, o gesto paradigmático do Reino de Deus não é a acumulação, mas o repartir o pão!“, depoimento do Pe Sandoval Alves Rocha, SJ, que vivenciou a experiência junto aos jovens e comunidade local.

0 visualização