Um convite para mergulhar em si

A juventude é um processo cercado de desafios e efervescência de sonhos. Com o propósito de ajudar no desenvolvimento desses jovens, para que possam encontrar sua liberdade e exercer sua vocação, o Centro Magis desenvolve atividades formativas guiadas pelo carisma inaciano. O Espaço Afetividade e Sexualidade foi um desses momentos.


Dividido em três módulos, o Espaço Afetividade e Sexualidade se propôs a trabalhar as relações interpessoais e o autoconhecimento. Para isso foram pensadas metodologias lúdicas e sensoriais, que pudessem tirar os jovens da sua zona de conforto e proporcionar reflexões sobre suas práticas cotidianas.



A formação que aconteceu nos dias 27 de agosto, 10 e 24 de setembro, contou com participantes de idades e experiências variadas. Um dos jovens participantes foi o Menkell Rodrigues, que esteve presente nos três módulos da formação.


A formação foi uma oportunidade de revisitar as relações consigo com as pessoas próximas e com Deus, segundo Menkell. "Um dos pontos mais fortes, para mim, foi a oficina de máscaras de gesso, do primeiro módulo. Ficou marcado a tênue diferença sensorial entre o que era meu rosto e o que eram as camadas de gesso sobre minha face. O que era meu mesmo e o que são apenas papéis/máscaras que eu desenvolvi? ".



O segundo módulo, que tinha a proposta de se fazer pensar em atitudes rotineiras que não gostávamos de desempenhar, e depois reinterpretar as situações que o próximo vivia foi desafiadora. Para Menkel ficou a reflexão sobre quais e como ele vem desempenhando esses papéis, e de que forma isso se reflete na promoção da paz do Reino de Deus. "Fica o apelo de melhorar essa relação de autoconhecimento, nesta tarefa de tornar-me mais transparente a mim, ao próximo e a Deus, que me interpela".



Fechando a programação do Espaço Afetividade e Sexualidade, o terceiro módulo foi sobre como manejar nossos sentimentos. O psicólogo Davidson Braga guiou os participantes no processo de autopercepção sobre as emoções e sentimentos que têm sido aprendidos durante o percurso da vida. A proposta era de provocar um momento de reflexão e ajudar os jovens a identificarem os sentimentos que querem ou não manter.


Se te sentistes convidada e convidado a mergulhar nesses processos formativos, é só ficar de olho em nossas redes sociais, que te avisaremos dos próximos momentos como esse.

16 visualizações